domingo, 29 de junho de 2008

Nem só de salgados se vive...

Em Campinas-SP e, provavelmente, no planeta inteiro, não existe lugar melhor do que o Bar do Jair para se comer salgados fritos. São famosos os croquetes de carne, as super coxinhas com massa de mandioca e incríveis (e generosos) recheios, além de outros quitutes que, nesse lugar abençoado pelos deuses do colesterol, atingem todo seu potencial.

Frente a esse currículo invejável, num ensolarado sábado de inverno fomos conferir outro clássico da comida saudável, a Tradicional Feijoada do Bar do Jair. O evento funciona assim: R$ 19,90 bancam suprimento ilimitado de feijoada (com direito a pé, orelha e rabo, além das nobres carne seca, lombo defumado, e outras delícias), couve, farofa, laranjinha, vinagrete e arroz. Como se não bastasse, os mesmos dinheiros garantem uma degustação de cachaças mineiras de primeiríssima e, de sobremesa, doce de leite (vulgar) e abacaxi. Para os ouvidos, samba do bom com o já de casa Grupo Corda Bamba.

A feijoada é bem boa, do jeito que o diabo gosta! Forte, salgada e cheia “das carne”, nada de feijoadinha light e outras baboseiras espalhadas pelo país. Inclusive, para quem é vegetariano (ou judeu, ou muçulmano), vale o aviso: não existe a opção de feijão sem carne. Fomos acompanhados por uma pobre vegetariana, que sofreu um bocadinho com a falta de opções, e acabou o almoço sem sustança.

Faltou só a banana à milanesa (grande decepção para nosotros)... Torresminho até tinha, mas era cobrado à parte, por gordos R$ 14,90 a módica porção.

Bar do Jair
http://www.bardojair.com.br/
Rua Eduardo Modesto, 212, Vila Santa Isabel. Barão Geraldo, Campinas-SP. F: 19 3308-4825.
Fique atento: eles não aceitam cheques!

Ah. E para quem sentiu a boca salivar ao saber dos nobres salgados, nos dias de feijoada eles não ficam disponíveis. Vá outra noite e se delicie (o Jair fica aberto de terça a sábado).

Saindo do forno...


Comer, Beber, Viver. Sim, pegamos carona no bonde do Ang Lee. Mas só porque acreditamos que essas três palavras, aparentemente banais, estão intimamente ligadas às coisas que realmente importam: unir a família, juntar os verdadeiros amigos, celebrar os momentos inesquecíveis. Um clichezão assim mesmo. Mas que tem a nossa cara.

Não somos profissionais do ramo. Gostamos mesmo é de experimentar: bons restaurantes, lugares pitorescos, indicações de amigos, receitas gostosas (os dois aqui adoram se aventurar na cozinha), enfim. Fugimos da crítica gastronômica tradicional, das fofocas do mundinho dos chefs, das feiras e degustações milionárias. Nosso negócio são as receitas alteradas, os ingredientes que fazem a diferença, o pãozinho imperdível, o vinho delicioso e acessível, aquele doce maravilhoso que ninguém descobriu.

Aqui você vai encontrar boa comida - de restaurantes, bares, ou lá de casa mesmo; acompanhada de cervejas, vinhos, cachaças, e tudo o que pudermos indicar de melhor (em nossa opinião, é claro).

Esperamos que você se divirta, conheça bons lugares, encontre dicas úteis, e tenha esse espaço como um canal confiável e bacana. E queremos que você participe! Com comentários construtivos, destrutivos, dicas, indicações, o que for. “Bem-vindo seja quem vier por bem”.