quarta-feira, 31 de março de 2010

Mexilhão


A primeira coisa que queremos pedir é desculpas, por este post não vir acompanhado de fotos. Bem na hora em que disparamos o primeiro flash, a bateria da câmera morreu. Mesmo assim, resolvemos escrever, por dois motivos. 1- O restaurante visitado é bem antigo, tradicional, e vale a visita; 2- Ele é muito caro, portanto, não voltaremos tão cedo para registrar os pratos.

Fomos ao Mexilhão, restaurante especializado em frutos do mar instalado desde os anos 70 no coração do Bixiga, para um almoço de fim de semana. Sempre passávamos pelo local e imaginávamos se aquele bando de pratos com camarões eram tão deliciosos quanto pareciam no cardápio...

Descobrimos que o camarão na moranga com catupiry, R$ 92,30, é de fato muito gostoso. Tempero bacana, catupiry gratinadinho, molho de tomate supimpa, camarõezinhos suculentos. MAS, a porção, cara, é pequena demais. Sério, contamos SETE camarões dentro da gostosa moranga. Três pra mim, quatro pro Marcio. Que miséria!

Quer mais? Qualquer guarnição é cobrada separadamente, e tem preços salgaaaados... Fomos de fritas tradicionais, R$ 16,70 (!!!!!). Elas vieram numa porção de tamanho ok, mas completamente queimadas em óleo velho. A batata mais cara que já compramos, e uma das piores também!

Pra completar, a carta de vinhos é bacana, boas opções de tintos e brancos, com preços justos, mas apenas dois rótulos de rosés, ambos portugueses (um deles, o conhecido Calamares). Isso porque frutos do mar tendem a ficar ainda melhores se acompanhados dos rosados...

De sobremesa, ficamos com muito gostosos mousse de chocolate preparada na casa e torta de maçã com sorvete de creme. Ambos com preços de restaurantes caros, mas que esquecemos de registrar. Entre R$ 9,00 e R$ 16,00.

Vale a pena ir ao Mexilhão? Pelo sabor do prato e por boas opções de vinhos, SIM. Porém, vale mesmo se você come muito pouco e tem dinheiro sobrando na carteira. Pela tradição, melhor bater na porta de uma das dezenas de cantinas vizinhas ao caro restaurante. Nelas, além de fartura e bons preços, você com certeza vai receber atendimento mais rápido e gentil.

PS: A foto que abre o post é meramente ilustrativa, e pescada no Guia da Pesca.

Mexilhão
Rua Treze de Maio, 626, Bela Vista. F: 3263-0135.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Frango indiano

[Foto: Daniela Toviansky]


Este blog está meio parado por conta de uma dieta estratégica pré-férias. Por isso, será difícil encontrar nos próximos dias dicas de novos restaurantes e coisas do gênero. Pra não deixar a peteca cair, aqui vai uma receita simples, deliciosa e leve, para você aproveitar diversos sabores e aromas, sem culpa. O único porém é que o frango precisa ser preparado com algumas horas de antecedência. Mas até aí, tudo bem. O resultado compensa!

Frango indiano


[Ingredientes]
500 g de peito de frango cortado em tiras grossas
2 colheres de sopa de curry amarelo indiano
2 potes de iogurte natural integral (com o desnatado dá errado!)
1 colher de chá de alho triturado ou em purê
Sal a gosto

[Preparo]
Tempere as tiras de frango com alho e sal. Reserve. Em uma vasilha funda, misture o iogurte ao curry, formando uma pasta homogênea. Adicione, aos poucos, o frango, fazendo com que as tiras fiquem completamente integradas ao molho de curry. Deixe na geladeira por, no mínimo, quatro horas antes do preparo.

Pré-aqueça o forno em temperatura média e, logo depois, disponha as tiras de frango em uma assadeira, despejando todo o molho por cima. Leve ao forno por 30 minutos. Sirva com arroz de jasmim e vegetais ao seu gosto.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Emprestado com preços de RW!


Olha que iniciativa legal: o restaurante brasileiro Emprestado, na Vila Madalena, resolveu estender os bons preços da Restaurant Week para todo seu cardápio. Até 28 de março, TODOS os pratos do cardápio poderão ser provados no esquema entrada+principal+sobremesa a R$ 27,50 no almoço e R$ 39,00 no jantar.

Não visitamos a casa nesta SPRW, mas quando estivemos lá, adoramos absolutamente TUDO! E achamos que vale, muito, conhecer e se deliciar com as ótimas entradas, pratos e sobremesas do restaurante! Passa lá!

quinta-feira, 11 de março de 2010

SPRW - Cordel


Nosso segundo almoço durante a Restaurant Week foi uma delícia. Escolhemos o restaurante/ bar Cordel, na Vila Madalena. Lotado, mas conseguimos uma mesinha simpática na varanda do piso superior, fomos super bem atendidos, os pratos chegaram com bom intervalo entre eles, eram bem servidos e bem gostosos - entradas, principais e sobremesas de dar gosto, com destaque para o peixe e o escondidinho! Recomendamos que vocês passem por lá durante o evento ou depois, para beliscar e tomar boas caipirinhas e sucos de frutas diversas.


Salada Mandacaru (verdes, tomates, cenouras em lascas, croutons de queijo coalho)


Escondidinho de charque com linguiça


Filé de Tilápia com molho de castanha de caju e arroz de coco


Filé de frango com molho de acerola e arroz de abobrinha


Cookie de doce de leite e castanhas com sorvete de coco

Cordel
www.cordeldavila.com.br
Rua Aspicuelta, 471, Vila Madalena. F: 3375-0471.

terça-feira, 9 de março de 2010

Hamburgueria do Sujinho


Domingo agora, "esquecemos" a Restaurant Week e visitamos a Hamburgueria do Sujinho. Todos os blogs que visitamos estão falando bem da casa, pelo hambúrguer gostoso com ótimo preço. Conferimos, e é isso mesmo! Vale muito a pena passar lá e provar os lanches, que custam bem menos do que os concorrentes, e não decepcionam.


Começamos com meia porção de fritas (R$ 6,50): fartas, gordinhas, crocantes, sequinhas. Uma delícia. Lembram muito as do Fifties, que adoraaaaaaaamos! Destaque para a maionese temperada que a acompanha, imbatível!


Depois, hambúrguer de 160g (R$ 6,50) ao ponto, acompanhado de catupiry (+ R$ 2,50). O hambúrguer veio queimadinho por fora, rosado e suculento por dentro. Salgado na medida, com gostinho de carne na brasa, e catupiry no tanto certo (se bem que eu sempre acho que cabe mais catupiry!). De-lí-cia! Cabe dizer que existem três tamanhos de hambúrguer possíveis: 80g, 160g e 250g, a escolha do freguês, e uma infinidade de acompanhamentos, a preços justos.


Para variar, sanduíche de filé com queijo e vinagrete (R$ 16,90): muito menos divertido (e barato) do que o hambúrguer, mas gostosinho. Vem bem servido, numa baguete, com queijo prato saboroso e um vinagrete caprichado, que pode ser pedido separado. O grande defeito do sanduba é a carne fininha e passada demais. Outra coisa, ficou uma beleza com a maionese...


Obs: o atendimento, no dia da visita, foi prestativo, simpático, e os pedidos não tardaram a chegar. Mesmo com a casa super movimentada.

Obs 2: numa primeira visita à hamburgueria, na hora do almoço, os hambúrgueres não vieram tão suculentos, além de terem passado do ponto. Bem diferente desta vez, em que o lanche veio do jeito que a gente gosta!

Obs 3: apesar do nome, a casa oferece diferentes tipos de lanches, saladas, grelhados, sucos e sobremesas. Existem, também, versões vegetarianas de sanduíches. Ou seja, a lanchonete atende bem quem adora e quem não gosta tanto dos hambúrgueres.

Hamburgueria do Sujinho
www.hamburgueriadosujinho.com.br
Rua Maceió, 64, Consolação/Higienópolis. F: 3231-5207.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Curry verde de mignon e vegetais


Aqui vai uma receita simples e muito gostosa de curry verde tailandês, perfeita para os dias de muita preguiça e vontade de comer algo quentinho, spicy e reconfortante. Utilizamos ervilhas e bananas junto da carne, mas você pode alterar os vegetais a seu gosto. A receita é para duas a três pessoas.

[Ingredientes]
- 400g de filé mignon cortado em cubos
- 1 xícara de ervilhas congeladas
- 2 bananas nanicas cortadas em rodelas
- 1 cebola
- óleo de cozinha para refogar
- 1 colher (chá) de pasta de curry verde tailandês
- 400 ml de leite de coco
- Um pouco de água
- Sal a gosto
- Um punhado de manjericão (usamos o roxo pra dar mais cor)
- Arroz de jasmim para acompanhar

[Preparo]
Em primeiro lugar, frite o filé mignon já temperado com sal em uma frigideira com um fio de óleo, bem rapidinho, só para que a carne "sele", pegue uma cor. Reserve.

Numa panela de fundo grosso, refogue a cebola picadinha com um fio de óleo, até ficar transparente. Junte a pasta de curry, misture bem e, quando tudo ficar homogêneo, coloque metade do leite de coco. Deixe ferver, junte a carne, cozinhe mais um tempinho e, por fim, junte as ervilhas, o restante do leite de coco e, se necessário, um tantinho de água, para que a mistura fique cremosa, mas não grossa ou pesada demais. Cozinhe até que as ervilhas fiquem al dente, desligue o fogo, junte as bananas em rodelas, as folhinhas de manjericão, misture bem, e pronto! Sirva com arroz de jasmim e uma limonada com gengibre, ou vinho branco sequinho. Beeem gostoso!

sexta-feira, 5 de março de 2010

SP Restaurant Week - Otto Bistrot


O primeiro restaurante visitado durante o evento foi o Otto Bistrot, casinha linda que sempre tivemos vontade de conhecer - faltava "a" oportunidade. Almoçamos por lá pelo preço fixo de R$ 27,50, mais duas águas a R$ 3,00 cada. O atendimento é bem simpático, o bistrô tem decoração e "alma" de bom gosto, e ficamos loucos para conhecê-lo a noite... Deve ser um charme!

Vamos aos pratos servidos na SP Restaurant Week, então:


Salada verde com "frutas" e bruschettas de tomates e ervas
: a salada tinha folhas verdes variadas, e as frutas eram, na verdade, uvas passas. Achamos que ela deveria ter sido temperada com um molhinho bacana, pois veio muito sem gracinha. As bruschettas, feitas com pãozinho de fabricação própria, não decepcionaram: quentinhas, bem temperadas, gostosas mesmo!


Spaetzle (massa feita na hora, formato divertidamente irregular, de origem alemã) ao molho de lombo na cerveja, com cebolas e acelga: um prato farto, quentinho e forte, para alegrar esses dias nublados aqui em Sampa. Sentimos falta de um molho com sabor mais forte. Esse era bem suave, mas o conjunto da obra, com massa gostosa cozida no ponto certo e caldo espesso, agradou.


Tarte Tatin de maçã com sorvete de creme, polvilhados com canela: delícia de sobremesa, ponto forte do almoço. Na medida, quentinha, saborosa e leve.


Pisada: no dia da nossa visita, queríamos muito um cafezinho para acompanhar o doce, mas a máquina estava com defeito. Espero que, até o final do evento, ela já esteja consertada, para fazer a alegria de quem, assim como nós, adora degustar um docinho com o amarguinho da bebida.

Otto Bistrot
www.ottobistrot.com
Rua Pedro Taques, 129, Consolação. F: 3231-5330.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Consulado Mineiro


Fim de semana passado fomos visitar o Consulado Mineiro, clássico da capital que, conforme estampado na homepage do site, é "a melhor cozinha de Minas em São Paulo". Grandes fãs que somos dos comidões mineiros, aproveitamos o tempo friozinho para testar a nada humilde afirmação.


Pra esquentar, meias-porções de bolinhos de arroz e pasteizinhos de lombo (R$ 13,00), ambos um tanto sem graça.


Pra esquentar ainda mais, doses de cachaça a preços ótimos. Salinas (R$ 4,00) e Isaura (R$ 4,00).


A surpresa do dia foi a porção de pães de queijo (no caso, meia-porção a R$ 6,55). Muito gostosos, feitos na casa e assados na hora. Faltou apenas colocar mais queijo na receita.


O principal foi um Tutu Especial (tutu com linguiça e ovos, lombo, torresmo, farofa de banana, couve e arroz – R$ 48,50 para duas pessoas), que decepcionou. O tutu estava insosso, o lombo, fino e ressecado, a couve e o arroz também sem muito tempero. Se o torresmo e a farofa não estivessem gostosos, o prato seria uma perda total.

Pois é, a comida não era nem metade do que prometia o site. O modesto Segredos de Minas, lá na Consolação, dá um pau no Consulado em termos de sabor. Além disso, as porções são mais generosas e o preço, mais camarada. Tirando a boa porção de pães de queijo, a carta de cachaças legal e o ambiente agradável, o Consulado deixa muito a desejar.


Consulado Mineiro (Cônego)
http://www.consuladomineiro.com.br/
Rua Cônego Eugênio Leite, 504, Pinheiros. F: 3476-9576.